segunda-feira, janeiro 09, 2006

Xô! Coisa ruim...


O EXORCISMO
Unplugged


Hoje, exorcisei um mau espírito! Sim, sei que precisarei de mais sessões com direito a água-benta, crucifixos, padres, cabeças girando e muito latim...Mas senti a casa mais leve!

Consegui, depois de quase um ano e meio ouvir aquelas músicas que até então eram consideradas “aquelas-cuja-as-músicas–não-podemos-cantar”, por toda a carga de lembrança trazida do mundo deixado pra trás. Hoje elas fluíram numa boa!

Em total harmonia e no tom! Teve até um gostinho de mensagem... Is she perverted like me? Would she go down on you in a theater? Does she speak eloquently? And would she have your baby? Sabe! Coisas que você deveria saber!

Como deve ser isso em Latim? Sabe! Só para usar no exorcismo!

E não foi só a “Madre Morissette” que estava presente, mas o incenso também. Aquele que não era mais acendido! Hoje foi. Fazia parte do ritual do sacrifício para que o mal espírito fosse embora...

É, ainda haverá muitas outras coisas a serem EXORCISADAS, mas pra este inicio de ano, até que os filmes da minha cinemateca estão com boas pré-estréias (afinal, mais um filme na direção da minha vida).
Com trilha sonora Unplugged, e eu totalmente desconectada, assim sigo com seções lotadas rumo ao Emmy e ao Oscar.

Mas, E se fosse você? Qual filme você viveria agora?
_______________________________________________________
PS.: Até a presente data, outros maus espíritos quiseram me assombrar...
Sai de retro!
Volta de onde vc veio...

3 comentários:

A. J de Jones disse...

bem... falar do problema faz ele ir embora às vezes. daí, acabou rolando o texto. aliás, seu 'exorcismo' seguiu uma linha parecida, não? um beijo

Rajaat disse...

Seja lá quem ele for, não vale a pena ficar tanto tempo sem ouvir Alanis...

Patropi disse...

Alanis... Ah Alanis, não é a toa que você fez o papel de Deus em Dogma.

Everytime I scratch my nails down someone else's back, I hope you feel it!

E aquela no finzinho do CD?

Would you forgive me love, if I cried all afternoon?

E pros espíritos de porco que andam por aí: Saí de Retro! Tá amarrado! Hehehe

Bjão,
Marcelo

Visite meu blog:
Pocafe