domingo, março 19, 2006

Era uma vez...FIM



"Não é um amotoado de ingredientes que se prepara uma receita; assim também não é superpondo frases que se constrói um texto"


Bem, acho que já repararam há quanto tempo eu não posto! Não foi greve ou falta de tempo não!
Mas, algo que todo escritor (ou aspirante) tem medo...
As reticências do vazio!
O BRANCO!
O NADA!
Apesar que do NADA pode se fazer TUDO!
E, foi daí que eu parti...
Das bolinhas de papel jogadas fora!

Não conseguia entender como eu, uma estudante de LETRAS, poderia ficar sem elas quando mais precisasse.

E, em um concurso de narrativas eu descubri que eu não sei escrever. Não tenho a técnica e nem a "manha". O pior é saber que o blog da "Bruna Surfistinha" é um dos mais acessados.

O QUÊ????

É, uma ex (existe isso?!) garota de programa escreve melhor do que eu! E, tem coerência no texto! Assim, confirma-se a teste de um outro grande blogueiro que diz: "SEXO VENDE!"

Eu não tenho contos mirabolantes de sexo pra postar aqui, até seria interessante, pois um dia posso precisar pra uma narrativa (se eu conseguir fazer uma), mas enfim...

Meu propósito não é quantidade (sem flash, por favor!), mas qualidade no que escrevo!
Algo que possa acrescentar a mim e aos meu leitores (ei, vcs ainda estão aí né?).
Talvés existam livros ensinando como escrever, como fazer roteiros, contos, narrativa, sabe estas cartilhas? Sei que existem, mas será que é a única forma? Os grandes escritores a usavam?

Não consigo imaginar Machado de Assis, Camões, Dante, Dostoevski, Tchecov, Tolstoi ( tá puxei a vodka, digo, a sardinha pro meu lado russo de ser), e tantos outros lendo "Os 10 passos para saber escrever".

Mas será que vocês, meus amigos blogueiros, já passaram por este momento? O terrível vazio entre o Era uma vez e o fim?

O que vc fizeram? Contem a sua história...só assim terei a minha história!

PS: Ih...acho que o NADA virou TUDO! Fiz um post!

2 comentários:

andrevonheldsoares disse...

Gostei da aparente angústia criativa.
Acho que dá pra espremer sempre uma coisa ou outra da cabeça e da vivência pra sacudir as palavras da garganta, ou pra desentoca-las de suas covas. "Sai! Sai, se não eu entro jogando remédio de cobra!"
Bem, penso, só penso ainda em colocar o link do seu blog no meu.
Que tal a idéia?
Beijos mil.

PS: Recomendo que você tire esse negócio de "Este blog não permite comentários anônimos." Isso dificulta os comentários.

Bianca disse...

só pra constar que comentei no blog da titia aí! ahah
Como vc está mocinha? Vê se aparece qq dia desses...

PS> Qd não consigo ou não quero decodificar em meras palavras meus profundos pensamentos (nooossa!) eu posto o que já fizeram a graça ou o favor de escrever por mim os poetas... Mas somente qd realmente traduzem o que eu diria ou de fato sinto.

Beijão