domingo, janeiro 20, 2008

Pré-post de um post maior

"O passado é lição para refletir, não para repetir."
(Mário de Andrade)
Não esqueci que no meu último post-homenagem eu fiquei de escrever um cuja impotância irei divivir com vocês meus co-leitores. Entretando "A quem honra, a honra." como é aprendido na Bíblia. E eu não podia deixar passar uma dedicatória a quem um dia num inexperado encontro numa esquina (da vida e da rua principal onde moro) mudou minha história num feriado de 7 de Setembro há 8 anos atrás:

RENATO CHIARADIA

Você foi! O maior dos meus casos
De todos os abraços O que eu nunca esqueci
Você foi! Dos amores que eu tive O mais complicado E o mais simples prá mim...

Você foi! O melhor dos meus erros
A mais estranha história Que alguém já escreveu
E é por essas e outras Que a minha saudade Faz lembrar De tudo outra vez...

Você foi! A mentira sincera Brincadeira mais séria
Que me aconteceu
Você foi! O caso mais antigo O amor mais amigo Que me apareceu...
Das lembranças Que eu trago na vidaVocê é a saudade Que eu gosto de ter
Só assim! Sinto você bem perto de mim Outra vez...



Me esqueci! De tentar te esquecer Resolvi!
Te querer, por querer Decidi te lembrar Quantas vezes Eu tenha vontade
Sem nada perder...

Ah!Você foi!Toda a felicidade Você foi a maldade Que só me fez bem
Você foi!
O melhor dos meus planos E o maior dos enganos Que eu pude fazer...
Mas...você foi...
Por Jackie Götzen
Ps.: Não estamos juntos há 6 anos... o luto acabou em 16 de Janeiro de 2008. Eu não o amo mais, mas não posso negar e emoção que sinto ao relembrar tudo que passamos, ele SEMPRE será parte do meu melhor erro, e dos planos que não deram certo.
6 anos também é o tempo em que nós não nos vemos, uma história de amor que a dor separou e o tempo cicatrizou, mas a lembrança ficará tatuada em forma de Fênix (daqui a 2 anos).
Posso sem amá-lo, dizer EU TE AMO, pois contuarei amando a nossa história e a MELHOR ALEGRIA que ele me TROUXE.

9 comentários:

Renata R. disse...

Ô, Jackie... que lindo.


Saudade causa dor. física mesmo.

Fica bem.

Beijo.

Mariana disse...

Concordo com a Renata: que lindo!
Lindo e corajoso, pq não é todo mundo que tem coragem de dizer que ama quem ama, ou quem amou. Uma vez disse a um ex (ou a "o" ex...) que eu o amaria pra sempre, e ele não entendeu, se assustou. Mas acredito sempre que a gente ama alguém é pra sempre, o que muda somos nós, são as circuntâncias, é o mundo. Não o amor.

Andreia disse...

Lição aprendida, agora bola pra frente!!

Lembranças são só por um momento...

Beijos**********

Jackie Götzen disse...

Mas é uma saudade boa meninas!!!Fiquem tranquila...Já amei outros..amo um agora, estou tentando esquecer uma paixão (sim, é muito diferente...amor e paixão).

Mas foi uma homenagem a quem vai sempre fazer parte de algo maior na minha vida...vcs irão entender melhor no próximo post.

Drica disse...

nossa! achei a homenagem mto bonita mesmo! e fiquei bem curiosa pra ver o proximo post, heheheh! bjao! :D

Renato disse...

Nossa, que lindo!
Muito legal sua postura em relação a essa lembrança. Muitas vezes eu lamento não ter uma história pra lembrar, mas acho que eu não conseguiria ser tão forte se ela não desse certo, rs...
Beijo!

Diego disse...

bonito mesmo... quase concordo com tds que comentaram anteriormente, exceto pelo fato de não saber o que ocorreu... curioso pelo próximo post!

bj

Andreia disse...

Linda!!! tem presente pra você lá no meu Blog!!

Passa lá!

Beijãoooooooooooo!!!

Denise disse...

ansiosa pelo próximo post. este foi de arrepiar.
amor não morre, muda.
beijos